Homenagem ao meu avô Anselmo Favarato

 

Meu avô adorava contar histórias

...muitas vividas, outras inventadas ou repetidas. Eu sempre gostei de ouvir.

Afinal, a vida é uma imensa colcha de retalhos. Construímos nossa história com o entrelaçamento de pequenos pedacinhos vividos por nós e pelos outros.

Cada vez que vem à lembrança uma história vivida é um daqueles pedacinhos que aparece, e são preservadas quando são contadas.

Por meio do meu avô, muitas histórias da família foram perpetuadas, passando a morar na memória dos seus filhos, netos e muitos amigos que se sentavam ao seu redor para ouvir os “causos”.

Ele tinha um jeito especial de narrar! Me lembro dele contando a viagem de sua mãe para o Brasil como se ele próprio tivesse participado. Claro que não participou, mas herdou toda a emoção dos viajantes daquela época. Meu avô, como muitos outros contadores de histórias presentes em muitas famílias, detinha informações preciosas e grandes ensinamentos, e quando ele se foi, toda uma biblioteca morreu com ele.

Pensando nisso, registramos aqui algumas histórias escritas exatamente da maneira como ele falava, misturando dialetos italianos à sua maneira simples e cheia de simbolismos. Uma pena que registramos pouquíssimas, muitas outras nós já esquecemos...

A idéia do site é fazer um registro da história da família, desde a vinda do Favarato e Ceccato para o Brasil até o nascimento do bebê mais novo da família. E se você tem histórias, fotos e informações da família, me envie uma mensagem pelo site ou email para que eu possa enriquecer ainda mais o site.

Vitória, ES - 25 de maio de 2011

Marcilene Favarato da Costa

Pesquisar no site

Eu contei essa história, que outros antes de mim contaram, eu a deixo nas suas memórias para que vocês a levem...”